O Poder, os Limites e a Proteção

Quando os xamãs estão em outro lugar, viajando pelos vários
níveis ou mundos da rede de poder com seus corpos espirituais, eles
deixam seus corpos físicos para trás. Quando viajam, abandonam
deliberadamente sua percepção da realidade física ordinária por um
período de tempo. Como proteção, durante a viagem, eles elaboram
formas de manter a segurança de seus corpos físicos durante as jornadas
interiores.
Durante as viagens, o corpo físico dos xamãs torna-se mais
vulnerável e menos poderoso, assim como ocorre durante o sono. Por
conseguinte, os xamãs não fazem jornadas quando estão dirigindo um
carro ou atravessando uma rua. Em geral fazem as jornadas quando
estão em locais onde se sentem relativamente seguros.
Durante as viagens ao mundo espiritual, levam proteção em todas
as ocasiões. Eles sabem que não são invulneráveis... Sabem que
fracassarão se forem demasiado arrogantes...
Talismãs e fetiches são usados há séculos pelos xamãs, como
proteção em suas jornadas. Não é o objeto físico em si que oferece
proteção ou detém o verdadeiro poder, é a energia por trás dele que.
importa, a intenção e o propósito com o qual foi feito. Sua forma física
existe como lembrete de que o Poder está à sua disposição.
Alguns dos talismãs mais poderosos são invisíveis a olho nu e os
xamãs os recebem como presentes em suas jornadas. Eles se tornam
disponíveis energeticamente sempre que necessário.
Para os xamãs, talismãs e fetiches são constantes lembretes de sua
relação humilde com o grande poder do mundo espiritual, fonte de suas
vidas.

0 comentários:

Artes Xamânicas Copyright © 2008 /2015.



Todos os direitos reservados.


nativepipee@gmail.com


tels.:11-37941338 ou 11-993683570